quinta-feira, 5 de junho de 2014

Tá chegando. Idas e vindas de hospital

Como vão leitores e leitoras? Desejo que essa leitura seja orientadora as futuras mamães e papais. 
Como vocês sabem eu já estou na reta final. Graças a Deus cheguei até aqui. 
Digo isso porque foram tantas indas e vindas no hospital. Foram tantas as duvidas que muitas das vezes nem foram sanadas com o medico que devia sana-las
Hoje completo 35 semanas estamos na reta final Já que um parto evolui até 37 semanas sendo Gemelar. 
Bom vamos contar as idas e vindas da ultima semana
Com 34 Semanas (quinta - feira) fui parar no hospital.  Eu estava me sentindo disposta e quis ajudar aqui em casa, afinal me movimentar faz bem, apesar de quase não conseguir muito por conta do tamanho da barriga. 
Ajudei tanto que chegou a noite eu tive contrações e bem doloridas e ritmadas de 5 em 5 minutos. Bom fomos ao hospital Unimed em Sorocaba. Como sempre fui bem atendida a equipe da obstetrícia são excelentes e carinhoso. Cada enfermeira me trata com respeito e carinho. Chegando lá fui atendida e examinada por um médico que atende aqui na minha cidade, até que ele me surpreendeu, foi bem atencioso.
No exame de toque foi descoberto 1 cm de dilatação. E as contrações ainda estavam lá. O medico receitou buscopan para diminuir a contração e dor, já que não eram contrações de TP( Trabalho de Parto). Fiquei no soro e realmente as dores passaram. 
Na sexta feira fui resolver umas coisas mas andando bem devagar já não estava com dores. Achei necessário entrar em contato com minha médica. Afinal estava com 1 cm de dilatação e foi ai que percebi que tava sozinha. Informei que estava com contrações no dia anterior , e que no exame estava com 1cm de dilatação e perguntei se não era necessário ela me avaliar, sabem o que ela respondeu. Não posso te avaliar novamente por ter sido examinada no dia anterior por conta de infecção. Como assim? Ela sempre usa luva esteril ao me examinar. Sem falar que ela nao podia me medicar sem saber se realmente era o que estava falando. Me mandou tomar Dactil e buscopan de 8/8 hrs. Como já desconfiava o dactil me da alergia, e foi tomar ele e 30min depois a coceira se instalou por todo meu corpo. Tomei o loratadina e a alergia melhorou. 
No Domingo as dores voltaram e fomos para o hospital novamente, encontrei um medico super bom e ele conversou bastante comigo e me tranquilizou. Fez um ultrasson e vimos que os pequenos estavam de cabeça para baixo, isso significa cefalicos. Fui medicada e voltei apra casa.
Segunda fui novamente.Na terça feira a noite começaram as contrações eu preferi ficar em casa e não ir para o hospital até que a dor aumentasse, e  Quarta feira foi um dia que se pudesse apagaria da minha história. Fui +- 11:00 da manhã para o hospital e maternidade Santa Lucinda em Sorocaba. Meu Deus porque fui para lá? Chegando la fui chamada e me examinaram. Exame? Não aquilo foi o pior exame de toque em toda minha vida, quase morri. Olha não sou a favor de gritar e nem gemer em sala de parto ou sei la, sei que cada um tem sua forma de expressar sua dor, mas eu estava me controlando para não gritar. Mas a dor foi tão grande que eu comecei a chorar e tanto que doeu. Chorei de soluçar me senti mal por ter feito aquele escândalo, mas não estava aguentando. Por fim conseguiu fazer o exame de toque. Fiquei de observação com buscopan. Só que para minha surpresa não passou a dor. Sim a dor começou a piorar. E eu chamei a enfermeira e disse que estava tendo mais contrações. Veio outra enfermeira e começou a cronometrar , e realmente estavam de 5 em 5 minutos. Ela chamou o médico, se é que posso chamar aquilo de médico. O médico com muito mal humor e parecendo que tava ali fazendo-me um favor me falou rispidamente sem ao menos respirar o que estava acontecendo. Fala dele:
- Olha você não esta em TP. Mas pode entrar a qualquer momento. e outra coisa se seus filhos nascerem serão prematuros e nós não temos vagas para seus filhos aqui pq estamos com a uti lotada, significa que nao podemos cuidar deles. E o que vc ta sentindo não é contração.*** Isso são palavras de um médico em um hospital onde se diz ser humanizado.
Perguntei como saberia que tava em trabalho de parto ele disse que nao podia saber. mas que teria de 4 a 5 contrações em 10 min com duração de 1minuto cada. 
Quando ele saiu eu disse para a enfermeira , então me libera ja que nao tenho nada vou pra unimed. Pq eu sei o que to sentindo e vc tambem viu que to com contração. 
Ela ficou com uma carinha de piedade e me reavaliou e me dispensou. 
Fui para a unimed. Chegando na unimed as contrações passaram mas estava tão abalada que nao queria sair de lá. Chorei muito para a enfermeira, sentia medo, me sentia insegura não sabia o que tava sentindo.
A medica pediu um cardiotoco e para minha surpresa ela me deixou de observação até o outro dia que seria hj quinta feira. Ela disse que no cardiotoco a Elisa tava muito agitada e pediu para ficar la por precaução. 
Fiquei , me senti mais segura. Hoje pela manha fiz um ultrasson e outro cardiotoco. Elisa e Isaac estão otimos. Crescendo mais do que imaginei. Elisa tá com 2743g  e 45 cm e Isaac com 2369g e 44cm.
E depois do ultrasson fui liberada. 
Uma coisa que tem me preocupado é a questão da cesária. Porque sei que ao chegar na unimed eles não tentam parto normal de gemeos. Ontem uma medica disse que eu não tenho que me preocupar com isso pq quem tem que descidir é o medico. OI? como assim? Eu pensei que fosse dona do meu corpo.
Pois é estou com medo e confesso que so choro em saber que minha vontade não sera respeitada, porque me preparei psicologicamente a gravidez inteira para ter PN(parto normal).
Ah para terminar meu dia também preciso dizer que estou sem medica. Isso mesmo . Hoje tinha consulta mas como estava de observação informei a secretaria dela que eu não poderia comparecer ja que estava n unimed por todos os motivos que citei acima. A secretaria disse que passaria o recado para a medica. Ai depois perguntei se nao podia ir mais tarde no consultorio para ela me avaliar ja que minha ultima consulta foi dia 19/05; ai veio o fim. A secretaria me disse que a medica não poderia me atender hoje pq tinha duas cesarias, e que a medica havia mandado remarcar todas as consultas para dia 16/06 e me perguntou se poderia marcar a minha tb. Eu fiquei estressadissima, como assim? Eu no dia 16/06 posso ja ter parido. Então faz assim não quero mais que ela me acompanhe alias ela ta agindo assim a um tempo e preciso de uma medica que se importe e nao que fique achando que to com frescura. a secretaria disse que ela sabe do meu caso. Venhamos e convenhamos se ela soubesse do meu caso pedia para me ver no dia que disse que estava com dilatação. Agora estou sem medica no final . EU to tão abalada, choro por tudo pq realmente não entendo essas coisas. 
Bom gente foi ficar por aqui. Fiquem com Deus e orem por mim para que os pequenos venham no momento certo e que eu possa ser respeitada a querer pn. 
Beijos


1 comentários:

Rê Lima disse...

Meu Deus!!!
Não entendo pq essas pessoas escolhem ser médicos, se não são humanos!!?? Se é q podem ser chamados de pessoas!!!

Qd estava grávida fiquei totalmente desamparada tbm, tanto q quando perdi meu bebê, tive q fazer tudo com os médicos plantonista!! Também chorei horrores.

Ore a Deus e peça pra ficar tudo bem... Creio q ele já cuidou de tudo, vai dá tudo certo! Beijos.

Postar um comentário

 
contador de visitas para blog